Abertas as candidaturas ao Programa de Apoio a Showcases Internacionais 2023

Este programa visa apoiar a apresentação dos artistas portugueses no circuito de Festivais de Showcase Internacionais, através da atribuição de apoios para comparticipação nas despesas relacionadas com deslocações, estadias, alimentação, dos Artistas/Músicos convidados para esses eventos internacionais.

Os músicos que tenham um convite oficial para participação num dos festivais de showcases internacionais constantes da lista de referência de festivais para o ano 2023 e que pretendam concorrer a este apoio, deverão submeter a sua candidatura através do formulário disponível no Portal do Artista.

O programa encerrará assim que o respetivo orçamento se encontre totalmente realizado.

Para este programa a Fundação GDA disponibiliza, para o ano de 2023, um montante de € 75.000. O montante máximo a atribuir por projeto é de € 4.000 e o mínimo de € 500 dependendo do número de músicos a participar e a área geográfica onde decorrerá a apresentação.

Programa de Apoio à Formação Internacional: já abriram as candidaturas para 2023

Artistas das áreas da Dança, Música e Representação já podem concorrer a apoios da Fundação GDA para frequentarem ações de formação que se realizem em 2023, no estrangeiro.

A Fundação GDA acaba de lançar a edição de 2023 do seu Programa de apoio à Formação e Especialização Internacional, que se destina a atores, bailarinos e músicos e visa contribuir para a aquisição e consolidação de conhecimentos e competências técnicas e artísticas nas respetivas áreas profissionais.

O programa de Apoio à Formação e Especialização Internacional reforça a política levada a cabo pela Fundação de suporte à internacionalização dos artistas portugueses, juntando-se aos apoios à participação em festivais de showcases internacionais, à circulação de espetáculos e ao trabalho desenvolvido em torno dos fundos europeus, entre outras iniciativas.

O novo programa destina-se a artistas intérpretes e executantes – com uma atividade profissional regular ou uma licenciatura na respetiva área artística – que tenham interesse em participar em workshops, masterclasses, cursos livres, ações de formação, conferências, encontros em redes internacionais ou residências artísticas no estrangeiro.

Em 2023, a Fundação GDA irá investir 120.000 € neste programa.

Para além das ações presenciais no estrangeiro, poderão também ser apoiadas participações online. O programa, que conta com um júri externo composto por quatro especialistas nas áreas em causa, encerra após ter-se esgotado o orçamento previsto.

O regulamento pode ser consultado no site da Fundação GDA, e as candidaturas poderão ser apresentadas online, num formulário próprio no Portal do Artista.

Para mais informação consulte:

Abriu o Concurso de Apoio à Formação e Especialização Internacional 2022

Este programa apoia a participação de artistas profissionais das áreas da Dança, Música e Teatro em ações de formação e capacitação de âmbito internacional, tais como:

  • Workshops, masterclasses, cursos livres e ações de formação da mesma natureza;
  • Conferências, Seminários e Congressos;
  • Encontros de redes internacionais;
  • Residências Artísticas.

Nota importante: Este programa não apoia a frequência de qualquer tipo de formação académica, como licenciaturas, mestrados, assim como pós-graduações e doutoramentos ou pós-doutoramentos.

Fundação GDA apoia formação de artistas no estrangeiro

A Fundação GDA lançou um novo programa de apoio à formação e especialização internacional de artistas portugueses. O programa de capacitação profissional destina-se a músicos, atores e bailarinos que procuram aprofundar os seus conhecimentos teóricos e práticos no estrangeiro. O objetivo é projetar a carreira dos artistas intérpretes ou executantes e incentivar a sua formação ao longo da vida.

“Este programa é uma oportunidade para os artistas fazerem uma formação especializada fora do país. A posição periférica de Portugal e a situação precária dos nossos artistas têm dificultado o acesso a trabalhos em redes internacionais e à atualização de conhecimentos no estrangeiro”, afirma Mário Carneiro, diretor-geral da Fundação GDA. “É através do contacto com outras realidades que os artistas expandem os seus horizontes, desenvolvem conhecimentos e aperfeiçoam as suas técnicas de trabalho artístico e cultural, o que não só complementa a sua atividade profissional como também contribui para o desenvolvimento das artes e da cultura nacionais”.

O programa de Apoio à Formação e Especialização Internacional reforça a política levada a cabo pela Fundação GDA nos últimos anos de suporte à internacionalização dos artistas portugueses, juntando-se aos apoios à participação em festivais de showcases internacionais, à circulação de espetáculos e ao trabalho desenvolvido em torno dos fundos europeus, entre outras dinâmicas, iniciativas.

O novo programa destina-se a artistas intérpretes e executantes – com uma atividade profissional regular ou uma licenciatura na respetiva área artística – que tenham interesse em participar em workshops, masterclasses, cursos livres, ações de formação, conferências, encontros em redes internacionais ou residências artísticas no estrangeiro.

A Fundação GDA prevê, até ao final do ano, um financiamento global de 50 mil euros para cobrir despesas com a inscrição, a deslocação e a estadia das pessoas candidatas selecionadas. Prevê-se que no próximo ano o programa decorra logo a partir de janeiro.

Para além das ações presenciais no estrangeiro, poderão também ser apoiadas participações online. O programa conta com um júri externo de quatro especialistas nas áreas em causa, estando as candidaturas abertas em permanência. O programa encerra após ter-se esgotado o orçamento previsto. O regulamento pode ser consultado no site da Fundação GDA, e as candidaturas poderão ser apresentadas online, num formulário próprio no Portal do Artista.

Para mais informação consulte:

Festival MIL regressa a Lisboa com descontos para Cooperadores da GDA

O MIL regressa, ao vivo, à capital portuguesa com 50 concertos e cerca de 30 debates, keynotes, masterclasses e workshops – um programa que decorre em cinco palcos do Hub Criativo do Beato.

O evento surgiu em 2017 e assume-se como um festival e, simultaneamente, como uma convenção internacional de música que tem por missão a valorização e a divulgação da música popular moderna de origem lusófona, tendo em vista a sua internacionalização.

Ao apresentar-se como um ponto de encontro entre agentes das indústrias de música de todo o mundo, o MIL alinha-se com a política da Fundação GDA no domínio da internacionalização dos artistas nacionais, pelo que a Fundação tem apoiado esta iniciativa.

Além do programa artístico, o MIL aposta numa vertente de convenção, dirigida a profissionais das indústrias da música e do setor cultural e composta por masterclasses, keynotes, debates e workshops.

Através do apoio prestado pela Fundação GDA, a organização do MIL atribui aos artistas cooperadores da GDA um desconto de 25% sobre o preço dos bilhetes profissionais, que é de € 74,90. Esse bilhete dá acesso à área profissional do evento, ao programa artístico e à presença na base de dados partilhada de delegados.

Os artistas cooperadores da GDA com interesse em usufruir do desconto de 25% sobre o preço dos bilhetes PRO deverão entrar em contacto com a Fundação GDA, até dia 15, através do email comunicacao@fundacaogda.pt, mencionando o nome completo e o respetivo número de cooperador.

Os horários e o programa podem ser consultados AQUI

Programa de Apoio a Showcases Internacionais abre a 1 de dezembro

As candidaturas ao Programa de Apoio a Showcases Internacionais da Fundação GDA abrem a 1 de dezembro e poderão concorrer músicos convidados a apresentarem-se, durante o primeiro semestre de 2020, em festivais internacionais de showcase.

Através desta iniciativa, que decorre em duas fases (uma para o primeiro e outra para o segundo semestre), a Fundação GDA pretende contribuir para potenciar a internacionalização dos artistas portugueses de todas as estéticas musicais. Para esse efeito, a Fundação GDA orçamentou, para 2020, um montante de € 75.000, o que representa um reforço das verbas consignadas na ordem dos 25 por cento.

O montante máximo de cada apoio de € 4.000 e o mínimo de €750, tendo em consideração o número de artistas em palco bem como a localização geográfica dos festivais.

Este aumento é justificado pelo sucesso que a música portuguesa tem vindo a alcançar no plano internacional e que gerou um número crescente de convites a bandas e músicos nacionais no sentido de apresentarem as suas criações em festivais de showcases internacionais.

O montante máximo de cada apoio concedido é de € 4.000 e o mínimo de €750, tendo em consideração o número de artistas em palco bem como a localização geográfica dos festivais.

Em 2019 a Fundação GDA apoiou, através desse Programa de Apoio , a deslocação de um total de 133 músicos nacionais (35 bandas) a 18 festivais internacionais de showcase, que se realizaram em 12 países.

Para concorrer a estes apoios, atribuídos a título de comparticipação nas despesas relacionadas com os artistas (viagens, estadias e alimentação, entre outras), os artistas interessados devem submeter, a partir de dia 1 de dezembro, a sua candidatura no Portal do Artista.

Clique para consultar o aviso de abertura

Clique para aceder ao Regulamento da Edição de 2020 do Programa de Apoio a Showcases Internacionais e a lista de festivais de referência

Músicos já se podem candidatar a Programa de Apoio a Showcases Internacionais de 2019

Abriram, este sábado, 1 de dezembro, as candidaturas ao Programa de Apoio a Showcases Internacionais da Fundação GDA. Trata-se de uma iniciativa através da qual a Fundação GDA pretende contribuir para potenciar a internacionalização dos artistas portugueses de todas as estéticas musicais.

Este programa decorrerá em duas fases durante o ano, uma em cada semestre. Os pedidos de apoio para o primeiro semestre deverão ser apresentados a partir de 1 de dezembro de 2018, para showcases que decorram entre 1 de janeiro e 30 de junho de 2019.

Para concorrer a estes apoios, atribuídos a título de comparticipação nas despesas relacionadas com os artistas, os interessados devem submeter a sua candidatura através do formulário disponível no Portal do Artista.

Para o efeito, a Fundação GDA orçamentou para 2019 um montante de € 60.000, o que procura responder ao número crescente de convites dirigidos a músicos nacionais para se apresentarem nestas mostras de novos talentos à indústria musical e ao público.

Para mais informações, consultar o aviso de abertura e o Regulamento deste concurso.

Candidaturas ao Programa de Apoio a Showcases Internacionais abrem a 1 de dezembro

As candidaturas ao Programa de Apoio a Showcases Internacionais da Fundação GDA abrem a 1 de dezembro. Trata-se de uma iniciativa através da qual a Fundação GDA pretende contribuir para potenciar a internacionalização dos artistas portugueses de todas as estéticas musicais.

Para o efeito, a Fundação GDA orçamentou para 2019 um montante de € 60.000, o que representa um aumento de 100% face aos valores orçamentados em 2018. Esse acréscimo das verbas consiganadas ao programa é justificada pelo número crescente de convites dirigidos a músicos nacionais para se apresentarem nestas mostras de novos talentos à indústria musical e ao público.

O montante máximo de cada apoio de € 4.000 e o mínimo de €750, tendo em consideração o número de artistas em palco bem como a localização geográfica dos festivais.

Para concorrer a estes apoios, atribuídos a título de comparticipação nas despesas relacionadas com os artistas (viagens, estadias e alimentação, entre outras), os artistas interessados devem submeter a sua candidatura no Portal do Artista.

 

Clicar aqui para mais informações e consultar o regulamento

 

© Fotografia de Surma, artista cuja deslocação ao Waves Vienna 2018 foi apoiada pela Fundação GDA

EXIB Música faz quinta edição em Setúbal e convida artistas para a apresentação de showcases

A EXIB Música, uma feira especializada em música dirigida exclusivamente à difusão e circulação da música independente da América Latina, Espanha e Portugal, fará a sua quinta edição em Setúbal, nos dias 13, 14 e 15 de junho.

Os músicos que queiram participar nos showcases deste evento deverão apresentar as suas candidaturas até ao próximo dia 2 de novembro.

Esta convocatória é aberta a todos os géneros musicais. As inscrições são gratuitas e feitas exclusivamente online na página web da EXIB Música (clicar no link).

Os showcases consistem em prestações de 40 minutos que serão presenciados por profissionais da indústria musical, como programadores, artistas, editores discográficos e jornalistas.

Para cenário da sua edição de 2019 (a quinta), a EXIB Música escolheu o enquadramento de uma das mais belas baías do mundo, com um programa que prevê, entre outros eventos, mais de 20 concertos, conferências, mesas redondas, encontros entre profissionais e uma feira de produtos regionais.

A Fundação GDA apoia esta iniciativa por considerar que representa mais uma via para a internacionalização do trabalho dos artistas músicos portugueses.

Formação Internacional

Programa de apoio à participação em ações de formação e capacitação de âmbito internacional, as quais possam contribuir para a aquisição e consolidação de conhecimentos e para a progressão das competências técnicas e artísticas nas respetivas áreas profissionais.