Festival MIL com descontos para cooperadores da GDA

O Festival MIL está de regresso a Lisboa para a sua 7.ª edição e traz uma à capital portuguesa uma programação que reúne mais de 50 artistas. Os cooperadores da GDA beneficiam de um desconto de 25% na aquisição dos bilhetes que incluem acesso aos programas profissionais e artísticos.

O Festival MIL dedica-se à descoberta, promoção, valorização e internacionalização da música popular atual. Assim, para além da música, centenas de profissionais nacionais e internacionais reúnem-se em Lisboa para trocar experiências, estabelecer contactos e descobrir, com o público, novos artistas.

Indústria da Música, Políticas Culturais, Economia Noturna e Acessibilidade, Sustentabilidade e Ética são as quatro áreas temáticas em discussão, numa Convenção que conta com a presença de promotores, venues, festivais, editoras, marcas e instituições da indústria da música de todo o mundo, reunindo cerca de 120 oradores em Lisboa.

Dos vários países presentes no festival, Brasil, Espanha e França trazem o maior número de artistas, continuando assim a relação que o festival tem vindo a criar com a música destes países.

Para usufruir do desconto, os cooperadores da GDA deverão entrar em contacto com a Fundação GDA, através do email dptcomunicacao@fundacaogda.pt, mencionando o nome completo e o respetivo número de cooperador.

 

Westway LAB regressa a Guimarães em abril de 2019 com conferências gratuitas para cooperadores da GDA

Em Guimarães já está tudo a postos para receber a sexta edição do Westway LAB, que decorrerá entre os dias 10 e 13 de abril do próximo ano. A música e a criação voltarão a conquistar a cidade de Guimarães com concertos, conferências profissionais (gratuitas para cooperadores da GDA), estando já as candidaturas abertas para residências artísticas e showcases.

Como nas edições anteriores, o Westway LAB continuará, em 2019, a afirmar-se como um território internacional de criatividade, networking e também de usufruto de música.

O crescimento do festival consolidou-se ao longo dos últimos cinco anos, resultando de uma evolução natural que conta com uma rede de parceiros nacionais e internacionais que acreditam e investem no projeto. Entre esses parceiros, encontra-se a Fundação GDA que apoia as conferências profissionais.

A Fundação GDA garante, por essa via, aos cooperadores da GDA – Gestão dos Direitos dos Artistas o acesso gratuito às conferências profissionais, organizadas em estreita colaboração com a Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes (AMAEI).

Os cooperadores da GDA interessados em participar nessas conferências profissionais deverão enviar um email para comunicacao@gda.pt, mencionando o nome e o número de cooperador.

Concebido como um evento de música, pela música e para a música e tendo o Centro Cultural Vila Flor como base de operações, o festival alarga-se para diversos locais da cidade, passa por espaços culturais históricos e cosmopolitas, bem como por bares e restaurantes.

Com a sua primeira edição realizada em 2014, este festival tornou-se um destino preferencial para as bandas se apresentarem a figuras de relevo da indústria musical nacional e internacional. O Westway LAB foi o primeiro festival de showcase em Portugal e também o primeiro festival português a promover ativamente artistas portugueses no âmbito do Programa Europeu de Intercâmbio de Talento, o ETEP – Eurosonic. A partir de 2018, o Westway LAB passou também a ser parceiro do projeto INES (Rede de Inovação de Showcases Europeus).

Para a edição de 2019 já estão abertas as candidaturas aos showcases, aos quais podem concorrer bandas de worldmusic, indie/alternativa, eletrónica, pop avantgarde, artrock, rock alternativo, bem como cantautores. Mais informação aqui.

Também já abriram as candidaturas (só para artistas portugueses) para residências artísticas, destinadas a bandas dos géneros worldmusic, eletrónica, art-pop, alternativo e cantautores. Mais informações aqui.

Para mais informações consulte o site do Westway LAB.

Cooperadores da GDA têm acesso gratuito às Conferências PROfissionais do Westway Lab

A quinta edição do Westway Lab decorre, de 11 a 14 de abril, em Guimarães. Os cooperadores da GDA poderão solicitar acesso gratuito.

A edição deste ano será, segundo os seus promotores, a maior e mais ambiciosa de todas as realizadas até agora. Este ano, haverá um país convidado, a Áustria e os festival contará com mais palcos, mais áreas temáticas nas conferências PRO (Westway PRO, WHY Portugal, INES), um projeto de criação, city showcases, residências artísticas, talks e muitos concertos.

Ao longo de quatro dias, promove-se um encontro de público, artistas e figuras de relevo da indústria musical nacional e internacional. Tendo o Centro Cultural Vila Flor como base de operações, o festival alarga-se para diversos locais da cidade, passa por espaços culturais históricos e cosmopolitas, bem como bares e restaurantes.

O crescimento do Westway Lab resulta de uma evolução natural que conta com uma rede de parceiros nacionais e internacionais, que acreditam e investem no projeto. Entre esses parceiros, está a Fundação GDA que apoia o Westway PRO.

O Westway PRO nasceu há 5 anos com a primeira edição do Westway LAB Festival. Na altura, as suas conferências, coorganizadas em parceria com a AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes, afirmaram este evento de forma humilde como a mais pequena conferência profissional de música da Europa – mas sempre com excelentes oradores como Peter Jenner, keynote speaker da primeira edição.

Este ano, o Westway PRO conta com a presença de Peter Smidt, fundador do Eurosonic, a dar a keynote interview. Contudo as conferências não ficam por aí, triplicando-se no Palácio Vila Flor em 3 salas temáticas: Westway PRO, WHY Portugal Event e INES Sessions. O programa completo pode ser consultado aqui.

Os cooperadores da GDA poderão participar gratuitamente nas conferências PRO. Para isso, deverão enviar um e-mail para comunicacao@gda.pt, mencionando o nome e o número de cooperador.

Para informações sobre a programação completa, consulte o site do West Way Lab.

 

8 artistas portugueses no Eurosonic 2017

Depois de Marta Ren, primeira artista nacional anunciada neste evento através da parceria histórica entre o festival holandês, a Why Portugal e a Antena 3, são agora revelados mais oito artistas nacionais que integram o alinhamento do Eurosonic Noorderslag 2017 no ano em que Portugal será o país de destaque: The Gif, Dj Ride, Gisela João, Glockenwise, Memória de Peixe, Neev, :Papercutz e We Bless This Mess. Estes artistas, selecionados pela equipa de programação do Eurosonic Noorderslag a partir de mais de 200 candidaturas de projectos portugueses, integram o alinhamento de concertos do evento com espetáculos ao vivo de 11 a 14 de Janeiro de 2017.

Esta é a missão que reúne mais esforços por parte do WHY Portugal, plataforma de divulgação de repertórios e de artistas nacionais dedicada a a apresentá-los a novos mercados e audiências com o objetivo de potenciar a sua internacionalização, naquele que é considerado o maior festival europeu de showcase de novos talentos da música. Nas palavras de Nuno Saraiva do WHY Portugal “ser contry focusno Eurosonic Nooderslag 2017 é a melhor oportunidade para conectar a nova música que se faz em Portugal e os novos mercados, introduzindo a diversidade de estilos musicais que se fazem agora no nosso país a uma audiência mais internacional”.

Nuno Saraiva revela ainda que a organização do WHY Portugal está “entusiasmada por dar a conhecer a nova música portuguesa na Holanda. Há tantos bons artistas hoje em dia em Portugal que é, sem dúvida, um trabalho árduo para a organização do Eurosonic escolher quais os melhores para se apresentarem diante a indústria musical e uma audiência europeia”.

Alguns dos artistas selecionados para participarem do Eurosonic 2017 apresentam-se ao vivo no Musicbox, em Lisboa, nos dias 9 e 10 de Novembro, revertendo o valor dos bilhetes a favor das bandas de forma a contribuir para a sua presença no maior festival e feira profissional de música da Europa.

Formação Internacional

Programa de apoio à participação em ações de formação e capacitação de âmbito internacional, as quais possam contribuir para a aquisição e consolidação de conhecimentos e para a progressão das competências técnicas e artísticas nas respetivas áreas profissionais.