Fundação GDA anuncia resultados do primeiro período de candidaturas ao Programa de Apoios à Edição Fonográfica de Intérprete 2015

A GDA e a Fundação GDA, cumprindo as mais elementares boas práticas de conduta, divulgam os resultados da primeira fase de candidaturas ao Programa de Apoios à Edição Fonográfica de Intérprete da FGDA. O júri, composto por Nuno Galopim, Tiago Castro e Inês Meneses, respeitou as linhas orientadoras subjacentes aos critérios de atribuição dos apoios a conceder, à semelhança do que aconteceu em ocasiões anteriores, procurou equilibrar as suas escolhas entre os vários estilos e escolas, sem prejuízo da qualidade das propostas examinadas, e entre os 176 Artistas que concorreram decidiu nesta fase atribuir a soma de 50.000€ a 17 candidaturas:

Lista dos apoios concedidos:

  • Processo n.º 2 – Susana Santos Silva;
  • Processo n.º 9 – Francisco Silva;
  • Processo n.º 20 – Bruno Borralhinho;
  • Processo n.º 27 – Salvador Menezes;
  • Processo n.º 41 – Catarina Racha;
  • Processo n.º 44 – Ricardo Lemos;
  • Processo n.º 51 – João Coutada;
  • Processo n.º 56 – Alexandre Soares;
  • Processo n.º 76 – Pedro Sousa;
  • Processo n.º 90 – Margarida Pinto;
  • Processo n.º 101 – Manuel de Matos;
  • Processo n.º 109 – Abel Gomes;
  • Processo n.º 126 – Ruben Monteiro;
  • Processo n.º 128 – Fernando Ramalho;
  • Processo n.º 150 – David Santos;
  • Processo n.º 171 – Orquestra de Câmara Portuguesa;
  • Processo n.º 172 – Adriano Aguiar.

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete é desenvolvido pela Fundação GDA com o objetivo de apoiar os artistas na edição de discos, e desta forma contribuir para promover a fixação de reportório musical, para a valorização das obras gravadas sobre as quais assentam os direitos conexos de utilização e para o desenvolvimento da economia da cultura e do sector criativo em Portugal.

A Fundação GDA anuncia a abertura do Programa de Apoio ao Espetáculo ao vivo e Tournée 2015

A Fundação GDA, na prossecução da estratégia do Fundo Cultural da GDA e visando a promoção das carreiras, dignificação da profissão dos Artistas, bem como o desenvolvimento da cultura em Portugal, anuncia a abertura do primeiro período de apresentação das candidaturas ao Programa de Apoio a Espetáculos ao Vivo e Tournée.

Este Programa integra um conjunto mais amplo de iniciativas do mesmo género, inscrevendo-se no âmbito da prossecução dos objetivos do Fundo Cultural da GDA para 2015, nomeadamente no apoio a prestar aos Artistas e à valorização do seu trabalho, privilegiando – uma vez mais – a diversidade e a participação cultural.

No âmbito do Programa de Apoio a Espetáculos ao Vivo e Tournée, a Fundação GDA irá atribuir um valor total de €80.000,00 e será dividido por dois períodos.

As candidaturas ao primeiro período estarão abertas entre 25 de Maio a 25 de Junho de 2015, devendo os interessados submeter a Ficha de Inscrição e restantes documentos nos termos do Regulamento do Programa que pode ser consultado no sítio da Fundação.

Os Apoios serão atribuídos e divulgados durante o mês de Julho de 2015, segundo o Artigo 5º do Regulamento Relativo aos Programas de Apoio Fundação GDA, disponível no sítio da Fundação GDA, sendo atribuídos por decisão de um Júri independente, designado pela Fundação GDA e composto por personalidade de reconhecido mérito na área das artes performativas.

A Fundação GDA lança o Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2015

A Fundação GDA perseguindo a estratégia do Fundo Cultural da GDA, que visa a promoção das carreiras e dignificação da profissão dos artistas, bem como o desenvolvimento da cultura em Portugal, anuncia hoje o lançamento do Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2015.

Este programa, que integra um conjunto mais amplo de iniciativas do mesmo género, inscreve-se no âmbito da prossecução dos objetivos do Fundo Cultural para 2015 a nível do apoio a prestar aos artistas e à valorização do seu trabalho, e privilegiam uma vez mais a diversidade e a participação cultural.

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete para Artistas da Fundação GDA visa apoiar os custos relacionados com a edição fonográfica de intérprete, nomeadamente os cachets dos músicos; a gravação (honorários de técnicos, captação, edição, mistura, masterização, entre outros); e a produção (duplicação de suportes, layout: design gráfico, fotos, impressão, capas, booklet, inlay, celofanagem, entre outros).

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2015 compreende dois períodos de candidaturas.

As candidaturas ao primeiro período estarão abertas entre 01 e 30 de Abril de 2015, devendo os interessados submeter os documentos solicitados no Regulamento.

As candidaturas ao segundo período do programa estarão abertas entre 01 e 30 de Setembro de 2015.

Os apoios são atribuídos por deliberação de um júri independente, designado pela Fundação GDA e composto por três personalidades de reconhecido mérito nesta área.

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2015 é financiado com recurso aos valores gerados pela Cópia Privada e pelos direitos de remuneração equitativa cobrados pela GDA junto dos utilizadores de prestações artísticas fixadas (gravadas).

Prémios Shortcutz para Melhor Actor e Melhor Actriz contam com o apoio da Fundação GDA

A Fundação GDA tem o prazer de se associar ao Shortcutz Lisboa, movimento internacional de divulgação de curtas-metragens, na atribuição dos Prémios Fundação GDA para Melhor Actor e Melhor Actriz em Curta-Metragem 2014, no valor total de 2000 euros. Os Prémios Fundação GDA serão entregues pelo Presidente da Fundação, Pedro Wallenstein.

Os nomeados para o Prémio Fundação GDA de Melhor Actriz são Sara Carinhas, em O Vazio Entre Nós; Joana Pais de Brito, em Chico Malha; e Fernanda Serrano, em O Som do Silêncio. Os nomeados para o Prémio Fundação GDA de Melhor Actor são Vítor Correia, em Longe do Éden; Fernando Luís, em Terra 2084; e Victor Gonçalves, em Maria.

Será também atribuído um prémio da exclusiva responsabilidade da equipa do Shortcutz Lisboa: o prémio Figura Shortcutz, que este ano distingue o CÓRTEX – Festival de Curtas-Metragens de Sintra pelo excelente trabalho desenvolvido na divulgação das curtas-metragens.

Os vencedores de cada categoria são eleitos pelo júri do Shortcutz Lisboa, que é constituído por: Albano Jerónimo, Alexandre Borges, Cátia Simão, Cláudia Marques Santos, David Fonseca, David Rebordão, Filipe Melo, Ivo Canelas, João Pombeiro, Miguel Somsen, Nuno Melo, Paulo Prazeres, Pedro Varela, Rogério Ribeiro, Rui Pregal da Cunha, Sara Ribeiro, Stefano Savio, Pedro Cerrazina, Pedro Souto, Tiago R. Santos e Miguel Simal.

A 5.ª Edição dos Prémios Shortcutz Lisboa terá lugar no dia 1 de Maio, no Musicbox, pelas 22h.

A entrada é livre (requer confirmação e é limitada aos lugares disponíveis).

Fundação GDA anuncia resultados das candidaturas do Programa de Apoios a Curtas-Metragens 2014

A Fundação GDA, no cumprimento das normas de boas práticas definidas pela Direcção da GDA-CRL, divulga hoje os resultados das candidaturas ao seu “Programa de Apoios a Curtas-metragens-2014”. Para este Programa, que visa remunerar os Artistas, Intérpretes ou Executantes (actores, bailarinos e músicos) em obras audiovisuais de curta-metragem, a Fundação GDA decidiu atribuir durante o ano de 2014 o valor global de €30.000,00.

O Júri independente composto por Nuno Gervásio e Miguel Somsen, após a análise dos vinte e três processos de pedido de apoio a curtas-metragens, proferiu a seguinte decisão

  • C.R.I.M. Produções Audiovisuais – “Encontros de Silêncio”;
  • Primeira Idade Lda. – “O que significa estar à espera”;
  • Ricochete Filmes Lda – “A Prova”;
  • Nádia Santos – “Host (Outuno)”;
  • Helena Canhoto – “Vícios de uma família feliz”;
  • Bro, Lda – “Yulya”;
  • Rita Durão – “Peso Morto”;
  • Terratreme Filmes – “Noite, Madrugada”;
  • Curtas Metragens – Cooperativa de Produção Cultural CRL – “Vila do Conde”;
  • João Carreiro, Associação Cultural – “São Miguel Arcanjo nº5”;
  • Filmes da Vila – “Um dia além”;
  • Papaveronoir Filmes – “Douro (Filme Poema)”
  • João Marco Calquinha – “Tamám Shud”;
  • Joana Sarrazy – “Shutting Doors”;
  • José Pedro dos Santos – “A Floresta das Almas Perdidas – A Tristeza Durará para Sempre”;
  • Susana Sobrado – “Tenho um Rio”.

A Fundação GDA, através do seu Fundo Cultural, apoia a formação, a divulgação e a promoção dos artistas e das suas respetivas prestações e carreiras, contribuindo em simultâneo para o estímulo ao Espectáculo e à Criação.

O financiamento destas actividades advém de valores gerados pela Cópia Privada e de 15% dos direitos de Remuneração Equitativa (Comunicação Pública, Radiodifusão, Retransmissão por Cabo e Colocação à Disposição Interactiva), cobrados pela GDA junto dos utilizadores de prestações artísticas gravadas.

Resultados das candidaturas ao “Programa de Apoio a Espetáculo ao Vivo e Tournée” 2014 – 2ª fase

O Fundo Cultural da Fundação GDA tem como objetivo valorizar o trabalho dos Artistas, apoiando a sua criação, desenvolvimento e divulgação.

Nesse âmbito, entre outras iniciativas tomadas, conta-se o “Programa de Apoio a Espetáculo ao Vivo e Tournée”.

À semelhança dos restantes programas, o seu financiamento advém, por força da lei, essencialmente das compensações oriundas da lei da ‘Cópia Privada’.

A não atualização da legislação nos últimos dez anos, ao contrário do prometido pelo poder político, levou a que o seu valor tenha vindo a diminuir anualmente de forma drástica, até à sua quase irrelevância.

Dado que à data (dezembro de 2014) se aguarda que a Assembleia da República aprove a nova lei da ‘Cópia Privada’, ver-se-á se a mesma ficará em linha com as que são aplicadas na generalidade dos países europeus.

É fundamental que a lei defenda os Direitos dos Artistas e não as margens de lucro dos comerciantes, pois isso permitirá aumentar o valor dos apoios disponíveis para esta vertente essencial da missão da Fundação GDA: desenvolver a carreira dos Artistas.

Por força destes constrangimentos, só foi possível afetar € 30 000,00 para a 2ª fase de 2014 do Programa acima referido, pelo que seria obviamente impossível contemplar a totalidade dos 83 pedidos de apoio recebidos para projetos abrangendo as áreas da Dança (17), da Música (32) e do Teatro (34), não deixando todos eles, porém, de terem sido analisados e classificados.

Atendendo a estas condicionantes, que não nos permitem senão ficar aquém do que queríamos fazer e do que era necessário e justo fazer, o Conselho de Administração da Fundação, deliberou apoiar os seguintes projetos de cada uma das áreas artísticas:

DANÇA

  • “CORRER O FADO” (QUORUM BALLET)
  • “REI NO EXÍLIO/N.S.FLORES/DANÇAS PRIVADAS/E PUR SI MUOVE” (NOME EIRA)
  • “FICA NO SINGELO” (COMPANHIA CLARA ANDERMATT)
  • “ARRASTÃO” (LANDER PATRICK)
  • “DANÇA VISTA DE FRENTE” (MÁQUINA AGRADÁVEL)

MÚSICA

  • “TOURNÉE TAGUS ENSEMBLE ” (RUI BORGES MAIA)
  • “HOW CAN WE BE JOYFULL IN A WORLD FULL OF KNOWLEDGE” (PATACA E PATACA)
  • “APRESENTAÇÃO NOVO DISCO MELECH MECHAYA” (MIGUEL VERÍSSIMO)
  • “TOURNÉE MARCO SANTOS” (MARCO SANTOS)
  • “TAKAS, CAMINHO PARA CABO VERDE” (RODRIGO OLIVEIRA)
  • “TOURNÉE PENICOS DE PRATA” (CULT MANAGEMENT)
  • “DOPPIO ENSEMBLE” (ANA SOARES QUEIRÓS)
  • “JOSÉ DIAS QUARTETO – CONCERTOS E MASTERCLASS EM EDIMBURGO” (JOSÉ DIAS)
  • “ TOURNÉE ARTRIO” (MIGUEL NUNO FERNANDES)

TEATRO

  • “AS TRÊS (VELHAS) IRMÃS” (NOVA COMPANHIA)
  • “A PEÇA PARA DOIS” (R.G. PRODUÇÕES TEATRAIS)
  • “O SEGUNDO RAIO DE LUZ DE LUAR” (ECLIPSE ARTE)
  • “BUFFALO” (CARLA GALVÃO)
  • “FERNANDO PESSOA E UM CAFÉ” (CÉSAR SIMÕES)
  • “HOTEL FLAMINGO” (PEDRO LUZINDRO)
  • “CORPO EM CRISE” (RAFAELA RODRIGUES)
  • “ESCUTO” (SUBCUTÂNEO)

Aos que não figuram nesta lista, gostaríamos de deixar claro que essa circunstância não está ligada ao mérito dos projetos, que muito gostaríamos de poder apoiar, mas à escassez dos recursos disponíveis, que nos é alheia.

Fundação GDA anuncia resultados do segundo período de candidaturas ao Programa de Apoios à Edição Fonográfica de Intérprete 2014

A GDA e a Fundação GDA, cumprindo as mais elementares boas práticas de conduta a que se obrigam, divulgam hoje os resultados do segundo período candidaturas ao Programa de Apoios à Edição Fonográfica de Intérprete da FGDA, congratulando-se pela elevada qualidade das candidaturas apresentadas nesta segunda fase pelos 103 Artistas que concorreram aos 10 Apoios a atribuir nesta fase, no valor de 4.000€ cada um.

Lista dos Apoios Concedidos:

Processo nº 9 – Tiago Romão;

Processo nº 25 – João Hasselberg;

Processo nº 35 – Joana Amendoeira;

Processo nº 47 – Segue-me à Capela;

Processo nº 57 – Anabela Duarte;

Processo nº 74 – Ricardo Ramos;

Processo nº 78 – Tânia Carvalho;

Processo nº 83 – José Sousa;

Processo nº 87 – Nélson do Nascimento;

Processo nº 97 – Ricardo Silva.

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete é desenvolvido pela Fundação GDA com o intuito de apoiar os artistas na edição de discos, e desta forma contribuir para fomentar a fixação de reportório musical, para a valorização das obras gravadas sobre as quais assentam os direitos conexos de utilização e para o desenvolvimento da economia da cultura e do sector criativo em Portugal.

Terminam no final de outubro as candidaturas aos Programas de Apoio às Curtas-metragens e de Apoio a Espetáculos ao Vivo e Tournée

A Fundação GDA lembra que as candidaturas para os seguintes Programas de Apoio terminam já na próxima semana, no final do mês de outubro.

A apresentação das candidaturas é feita mediante o preenchimento de formulários próprios para cada um dos programas de apoio, disponíveis através dos links acima indicados.

Para ambos os Programas aceitamos a entrega de candidaturas até sexta feira dia 31 de outubro, por correio ou presencialmente nas instalações da Fundação GDA em Lisboa ou no Porto.

Abertura do Programa de Apoio ao Espetáculo ao vivo e Tournée

A Fundação GDA, na prossecução da estratégia do Fundo Cultural da GDA e visando a promoção das carreiras, dignificação da profissão dos Artistas, bem como o desenvolvimento da cultura em Portugal, anuncia a abertura do primeiro período de apresentação das candidaturas ao Programa de Apoio a Espetáculos ao Vivo e Tournée.

Este Programa integra um conjunto mais amplo de iniciativas do mesmo género, inscrevendo-se no âmbito da prossecução dos objetivos do Fundo Cultural da GDA para 2014, nomeadamente no apoio a prestar aos Artistas e à valorização do seu trabalho, privilegiando – uma vez mais – a diversidade e a participação cultural.

O Programa de Apoio Espetáculos ao Vivo e Tournée surge na sequência da constatação, por parte da GDA, de que se trata de um dos sectores da atividade artística onde os efeitos da atual crise financeira no nosso país mais se repercutem, deixando os Artistas, tantas vezes, sem a possibilidade de receber qualquer remuneração. O Apoio que vier a ser prestado pela Fundação GDA no âmbito deste Programa destina-se exclusivamente a remunerar os Artistas que participem nos espetáculos através das suas interpretações ou execuções.

No âmbito do Programa de Apoio a Espetáculos ao Vivo e Tournée, a Fundação GDA irá atribuir um valor total de €30.000,00 e será dividido por dois períodos.

As candidaturas ao primeiro período estarão abertas entre 1 e 31 de Outubro de 2014, devendo os interessados submeter o Formulário de candidatura e documentos nos termos do Regulamento do Programa que pode ser consultado no sítio da Fundação.

Os Apoios serão atribuídos e divulgados durante o mês de Agosto de 2014, segundo o Artigo 5º do Regulamento Relativo aos Programas de Apoio Fundação GDA, disponível no sítio da Fundação GDA, sendo atribuídos por decisão de um Júri independente, designado pela Fundação GDA e composto por personalidade de reconhecido mérito na área das artes performativas.

A Fundação GDA anuncia a abertura do Programa de Apoio às Curtas-Metragens

A Fundação GDA perseguindo a estratégia do Fundo Cultural da GDA, que visa a promoção das carreiras e dignificação da profissão dos artistas, bem como o desenvolvimento da cultura em Portugal, anuncia a abertura do período de apresentação das candidaturas ao Programa de Apoio a Curtas-metragens 2014.

Este programa, que integra um conjunto mais amplo de iniciativas do mesmo género, inscreve-se no âmbito da prossecução dos objetivos do Fundo Cultural para 2014 nomeadamente no apoio a prestar aos artistas e à valorização do seu trabalho, e privilegiam uma vez mais a diversidade e a participação cultural.

O Programa de Apoio Curtas-Metragens surge na sequência da constatação por parte da GDA de que se trata de um sector em forte desenvolvimento nos últimos anos, mas onde os efeitos da atual crise financeira, que se faz sentir no nosso país, se repercutem deixando, muitas vezes, os artistas que nelas participam sem a possibilidade de receberem qualquer remuneração. O apoio que vier a ser prestado pela Fundação GDA no âmbito deste programa destina-se exclusivamente a remunerar os artistas que participem nas curtas-metragens candidatas pelas suas respetivas interpretações ou execuções.

No âmbito do Programa de Apoio às Curtas-Metragens 2014, a Fundação GDA irá atribuir um valor total, depois de impostos, de €30.000,00.

As candidaturas ao primeiro período estarão abertas entre 1 e 31 de Outubro de 2014, devendo os interessados submeter o formulário de candidatura nos termos do regulamento do programa que pode ser consultado no separador da Fundação.

Os Apoios serão atribuídos e divulgados durante o mês de Novembro de 2014, segundo o Artigo 5º do Regulamento Relativo aos Programas de Apoio Fundação GDA, disponível no sítio da Fundação GDA, sendo atribuídos por decisão de um Júri independente, designado pela Fundação GDA e composto por personalidades de reconhecido mérito.

Fundação GDA anuncia resultados das candidaturas à 1.ª Fase do Programa de Apoio a Espetáculo ao vivo e Tournée 2014

O Fundo Cultural da Fundação GDA tem como objetivo valorizar o trabalho dos Artistas, apoiando a sua criação, desenvolvimento e divulgação. Nesse âmbito, entre outras iniciativas tomadas, que podem ser consultadas aqui, conta-se o “Programa de Apoio a Espetáculo ao Vivo e Tournée”. À semelhança dos restantes programas, o seu financiamento advém, por força da lei, essencialmente das compensações oriundas da lei da ‘Cópia Privada’.

A não atualização da legislação nos últimos dez anos levou a que o seu valor tenha vindo a diminuir anualmente de forma drástica, até à sua quase irrelevância.

Esta situação manter-se-á enquanto o poder político não concretizar o que vem prometendo há anos, ou seja, proceder à atualização adequada da lei da ‘Cópia Privada’.

A intenção de colocar, finalmente, a legislação em linha com a generalidade dos países europeus tem sido anunciada nos últimos dias.

É necessária a aprovação de uma lei que defenda os Direitos dos Artistas e não as margens de lucro dos comerciantes. Isso permitirá multiplicar muitas vezes os apoios disponíveis para esta vertente essencial da missão da Fundação GDA: desenvolver a carreira dos Artistas.

Por força destes constrangimentos, só foi possível afetar €30000 para a 1ª fase de 2014 do Programa acima referido, pelo que seria obviamente impossível contemplar a totalidade dos 86 pedidos de apoio recebidos para projetos abrangendo as áreas da Dança (11), da Música (31) e do Teatro (44), não deixando, porém, de todos terem sido analisados e classificados.

Atendendo a estas condicionantes, que não nos permitem senão ficar aquém do que queríamos fazer, do que era necessário e justo fazer, o Conselho de Administração da Fundação, deliberou apoiar os seguintes projetos de cada uma das áreas artísticas:

DANÇA

  • “Presença” (DEMO)
  • “Edge” (CIM)
  • “Procura” (Eva Leitão Azevedo)
  • “Shark” (Catarina Miranda)

MÚSICA

  • “Guitarra e Sonatas” (Francesco Luciani)
  • “Quartas Sinfonias de Schumann e Brahms” (Orquestra de Câmara Portuguesa)
  • “Jazz-Reportórios de Big Band” (Jorge Costa Pinto)
  • “Espelho” (Rogério Charraz)
  • “Música em São Roque” (Diana Vinagre)
  • “Uma Mulher, Uma Guitarra” (Marta Silva Mateus)
  • “Digressão Internacional” (Susana Santos Silva)
  • “Apresentação no Mercat de Música Viva de Vic” (Guillermo Blanes)
  • “A Bunch of Meninos” (Pedro Gonçalves)

TEATRO

  • “O Som e a Fúria” (Teatro Mosca)
  • “A Cabeça Muda” (Rui Neto)
  • “Dois Reis e um Sono” (Marco Medeiros)
  • “Gôda” (Ana Lázaro)
  • “Gil Vicente, Miguel Torga e Alves Redol” (Leirena Teatro)
  • “Curva Ascendente” (Tânia Dinis)
  • “Quatro Metades” (Buzico)
  • “Distopia” (Ponto Teatro)
  • “Radiografia de um Nevoeiro Imperturbável” (Teatro do Vão D’Escada)

Aos que agora ficaram de fora desta lista, gostaríamos de deixar claro que essa circunstância não está ligada ao mérito dos projetos, que muito gostaríamos de poder apoiar, mas à escassez dos recursos disponíveis, que nos é alheia.

Fundação GDA anuncia resultados do primeiro período de candidaturas ao Programa de Apoios à Edição Fonográfica de Intérprete 2014

A GDA e a Fundação GDA, cumprindo as mais elementares boas práticas de conduta a que se obrigam, divulgam hoje os resultados do segundo período candidaturas ao Programa de Apoios à Edição Fonográfica de Intérpreteda FGDA, congratulando-se pela elevada qualidade das candidaturas apresentadas nesta primeira fase pelos 123 Artistas que concorreram aos 10 Apoios a atribuir nesta fase, no valor de 4.000€ cada um.

Lista dos Apoios Concedidos:

– Processo nº 9 – João Tapadas;

– Processo nº 24 – Amélia Muge;

– Processo nº 37 – António Carrilho;

– Processo nº 40 – Anabela Pires;

– Processo nº 41 – Carlos Araújo;

– Processo nº 43 – Sinde Filipe;

– Processo nº 47 – João da Silva – A Jigsaw;

– Processo nº 99 – Bruno Pernadas;

– Processo nº 107 – Pé na Terra;

– Processo nº 110 – Carlos Amaro.

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete é desenvolvido pela Fundação GDA com o intuito de apoiar os artistas na edição de discos, e desta forma contribuir para fomentar a fixação de reportório musical, para a valorização das obras gravadas sobre as quais assentam os direitos conexos de utilização e para o desenvolvimento da economia da cultura e do sector criativo em Portugal.

Outras Ações

Encontre outras iniciativas, nomeadamente parcerias concretizadas com organizações de relevo nas áreas de Dança, Música e Representação, tendo em vista a internacionalização das carreiras de artistas portugueses.