9.ª sessão do #makethemost

ATENÇÃO:
Esta sessão do #makethemost foi adiada como medida preventiva no combate ao surto de Covid-19. Assim que for definida uma nova data, a mesma será divulgada.

 

17h00 Receção dos participantes

17h30 Início da sessão

Apresentação dos programas de financiamento Europeu:

  • Apresentação das componentes relevantes do Programa Horizonte 2020 para o setor das artes e da cultura (Natália Dias, Horizonte 2020) CONFIRMADO
  • Apresentação do programa ERASMUS+ (Eugénia Inácio, Agência Nacional ERASMUS+) CONFIRMADO

Apresentação de dois projetos “campeões” no setor das artes e cultura:

  •  Apresentação do projeto financiado pelo Programa Horizonte 2020 – MEMEX – MEMories and EXperiences for inclusive digital storytelling. (Ilídio Louro, Associação Mapa das Ideias) CONFIRMADO
  •  Projeto financiado pelo Programa ERASMUS+ ECTHEC – Entrepreneurial Challenges in Theatre Higher Education Curricula (David Antunes e/ou Margarida Saraiva, Escola Superior de Teatro e Cinema, Instituto Politécnico de Lisboa) POR CONFIRMAR

19:30 Debate com os participantes.

20.30 Fim da sessão

 

Conferência Internacional em Direito do Cinema e Audiovisual adiada para o outono

Notícia atualizada às 18h00 de 6 de março de 2020

Na sequência da atualização pela Organização Munidal de Saúde das estimativas relativas à propagação do coronavírus, a administração do FEST – AC decidiu adiar para o outono a data da conferência I Conferência em Direito do Cinema e Audiovisual.

“A saúde e segurança da equipa de staff, do público, dos residentes da cidade e dos participantes da conferência nacionais e internacionais são a nossa maior prioridade”, anunciou a organização do evento. Presentemente estão em estudo duas datas provisórias para a conferência, o fim-de-semana de 26-27 de Setembro ou o fim de semana de 3-4 de Outubro.

Inicialmente prevista para 21 e 22 de março, a I Conferência Internacional em Direito do Cinema e Audiovisual é dirigida sobretudo a advogados, produtores, financiadores privados, realizadores e juristas, e vai-se focar em torno das mudanças constantes desta área através da análise das novas tendências do Direito aplicado ao Cinema e ao Audiovisual.

Um dos objetivos da conferência é também suprir a falta de informação sobre este tema a nível Europeu, incentivando a criação de ligações e dinâmicas entre produtores, advogados especializados no Direito do Cinema e Audiovisual e outros agentes presentes no evento.

Fontes de financiamento e estruturas no cinema e televisão, direitos de autor e desenvolvimento, produção e distribuição de conteúdos digitais são alguns dos assuntos que integram o programa desta conferência, única a nível Europeu.

Um acordo entre a FEST e a Fundação GDA prevê um desconto nos ingressos para cooperadores da GDA: € 140 em vez do preço normal de €250.

(notícia em atualização)

Festival MIL está de regresso com descontos para os cooperadores da GDA

Este evento, que surgiu em 2017, assume-se como um festival e como uma convenção internacional de música que tem por missão a valorização e a divulgação da música popular moderna de origem lusófona, tendo em vista a sua internacionalização.

Ao assumir-se como um ponto de encontro entre agentes das indústrias de música de todo o mundo, o MIL alinha-se com a política da Fundação GDA no domínio da internacionalização dos artistas nacionais, pelo que a fundação tem vindo a apoiar esta iniciativa desde o primeiro momento.

Além do programa artístico, o MIL aposta numa vertente de convenção, dirigida a profissionais das indústrias da música e do setor cultural e composta por masterclasses, keynotes, debates e workshops.

Através do apoio prestado pela Fundação GDA, a organização do MIL atribui aos artistas cooperadores da GDA um desconto de 25% sobre o preço dos bilhetes profissionais, que é de € 74,20. Esse bilhete dá acesso à área profissional do evento, ao programa artístico e à presença na base de dados partilhada de delegados.

Com uma forte dimensão formativa, os profissionais de referência neste setor são colocados lado a lado numa partilha ímpar de conhecimentos, ferramentas teórico-práticas e experiências sobre tópicos relevantes nesta área.

Mário Carneiro, Diretor Geral da Fundação GDA, integra o leque de oradores da convenção, na qual fará uma apresentação, no dia 26 de março, sobre o trabalho desenvolvido pela Fundação, através da exposição dos programas e mecanismos de cariz cultural, social, institucional e educacional, de apoio aos projetos dos artistas e à sua prática profissional.

Os artistas cooperadores da GDA com interesse em usufruir do desconto de 25% sobre o preço dos bilhetes PRO deverão entrar em contacto com a Fundação GDA, através do email dptcomunicacao@fundacaogda.pt, mencionando o nome completo e o respetivo número de cooperador.

Para mais informações sobre o festival, consulte a página oficial dos MIL – Lisbon Internacional Music Network.

1.ª fase do concurso de Edição Fonográfica de Intérprete abre a 9 de março

O Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete visa apoiar projetos de edição fonográfica de intérprete. Os apoios são destinados a suportar os custos relacionados com a gravação e produção de novas obras fonográficas. Através deste programa, a Fundação GDA pretende dinamizar o mercado editorial da música portuguesa, a diversidade das expressões musicais e o acesso e usufruto dos cidadãos à criatividade musical.

Este ano, o concurso tem uma verba total a distribuir de € 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil euros), a dividir em partes iguais pelas duas fases do concurso, que terão lugar, numa primeira fase de 9 a 27 de março e, numa segunda fase, de 7 a 25 de setembro de 2020.

Existem, em cada uma das fases, dois patamares financeiros de apoio máximo para as candidaturas: € 3.500,00 (três mil e quinhentos euros) para projetos que envolvam até 3 músicos e € 5.500,00 (cinco mil e quinhentos euros) para projetos que envolvam mais de 3 músicos. Cada candidatura deverá indicar assim o montante de apoio solicitado, até ao patamar máximo admitido.

Recomenda-se a consulta do Regulamento Geral de Apoios para 2020, do Regulamento Específico, bem como do Aviso de Abertura deste concurso, ficando o respetivo formulário de candidatura disponível para preenchimento no Portal do Artista a partir de 9 de março de 2020.

© Imagem do projeto Monday, da intérprete Catarina Falcão, apoiado no âmbito da 1.ª fase do Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete, em 2017.

Já estão abertas as candidaturas para o Programa de Apoio a Espetáculos de Teatro e Dança 2020

A Fundação GDA investe este ano 250.000,00 €, neste concurso, o que permitirá apoiar pelo menos 33 dos projetos candidatos com um valor máximo de 7.500,00 € por candidatura.

Os apoios concedidos no âmbito deste programa são atribuídos a título de comparticipação nas despesas ou encargos dos projetos, referentes à prestação do trabalho dos artistas intérpretes, nomeadamente cachets, deslocações, estadias, alimentação e transporte.

Recorde-se que o Programa de Apoio aos Artistas Intérpretes em Espetáculos de Teatro e Dança, promovido pela Fundação GDA, visa apoiar a produção e apresentação pública de projetos nos domínios do teatro, da dança e dos cruzamentos disciplinares. Pretende-se, assim, viabilizar oportunidades para o desenvolvimento da atividade profissional dos atores e dos bailarinos, e dinamizar a oferta e a diversidade criativa nestas áreas aos públicos nacionais, prestigiando a carreira profissional dos artistas.

Os interessados devem consultar o Regulamento Geral de Apoios para 2020, o Regulamento Específico deste programa, bem como o Aviso de Abertura antes do preenchimento da ficha de candidatura, disponível no Portal do Artista.

© Imagem do projeto O Crocodilo, ou o Extraordinário Acontecimento Irrelevante, da LoboMau Produções, apoiado no âmbito do Programa de Apoio a Espetáculos de Teatro e Dança 2018.

Edição fonográfica de intérprete

Programa de apoio à criação musical que pretende impulsionar a gravação e produção de novas obras fonográficas, dinamizando o mercado editorial da música portuguesa, a diversidade das expressões musicais e o acesso e usufruto dos cidadãos à criatividade.