“Isto não é mais um podcast” já está no ar

Ao longo dos últimos seis anos, a Fundação GDA desenvolveu várias iniciativas com o intuito de aproximar a comunidade artística nacional das fontes de financiamento europeu, tendo levado a cabo um trabalho de sensibilização e divulgação, proporcionando aos agentes culturais motivação, conhecimento e capacidade de detetar oportunidades de financiamento para os seus projetos.

Numa evolução lógica do que tem sido a sua intervenção nessa área, a Fundação GDA abre agora um novo canal de comunicação: um podcast, que pretende fomentar o diálogo, a troca de experiências, facilitar o acesso à informação sobre as possibilidades de financiamento europeu.

Os primeiros cinco episódios, de um total de 12 da primeira temporada, já se encontram disponíveis nas principais plataformas digitais.

Cada episódio consiste numa entrevista com responsáveis de organizações artísticas que beneficiaram de financiamento europeu (como, por exemplo, o Coliseu do Porto ou a Companhia de Música Teatral), mas também com responsáveis nacionais de entidades que gerem programas europeus de financiamento (por exemplo, o Ponto de Contacto Nacional para o Horizonte Europa e o Centro de Informação Europa Criativa em Lisboa).

Proporcionando esta partilha de experiências e facilitando acesso à informação, a Fundação GDA pretende mostrar que o acesso ao Financiamento Europeu é possível, bem como contribuir para a internacionalização dos artistas portugueses, na expetativa de incentivar as organizações culturais a procurarem parcerias europeias e a apresentarem as suas candidaturas.

Este Podcast está disponível para subscrição gratuita nas principais plataformas digitais:

BoCA Summer School: workshop de Dança e Performance

“Dentro da floresta, corpo e imaginação” é a primeira ação artística a decorrer na Floresta de Monsanto, onde a BoCA iniciou um processo de plantação de árvores. Com formato tripartido, este workshop de artes performativas reúne três artistas com uma prática transdisciplinar, entre a dança, a performance e as artes visuais: Mariana Tengner Barros, Gustavo Ciríaco e Pedro Ramos.

 

Festival MIL está de volta com descontos para os cooperadores da GDA

O Festival, e respetiva programação artística da edição deste ano, está de volta ao Cais do Sodré, enquanto a Convenção, que recebe profissionais do sector da cultura de todo o mundo, continuará no Hub Criativo do Beato.

O MIL dedica-se à descoberta, promoção, valorização e internacionalização da música popular atual. O festival antecipa futuras tendências e provoca o debate sobre todas as questões que determinam o futuro dos setores da música e da cultura.

Durante 3 dias, Lisboa torna-se no ponto de encontro de centenas de artistas e profissionais da música e da cultura vindos de todo o mundo para um programa de concertos, formação, debate e diversas oportunidades de negócio e intercâmbio.

De ano para ano, o MIL reforça o seu papel enquanto espaço networking, negócio e internacionalização dos artistas emergentes, reunindo, em Lisboa, centenas de profissionais internacionais das mais diversas áreas da música e da cultura.

Os artistas cooperadores da GDA podem beneficiar de um desconto de 25% na aquisição dos bilhetes PRO. Para usufruir deste desconto deverão entrar em contacto com a Fundação GDA, através do email dptcomunicacao@fundacaogda.pt, mencionando o nome completo e o respetivo número de cooperador.

Descontos para os cooperadores da GDA no festival MIL

O MIL reforça o seu papel enquanto espaço networking, negócio e internacionalização dos artistas emergentes, reunindo, em Lisboa, centenas de profissionais internacionais das mais diversas áreas da música e da cultura.

Os artistas cooperadores da GDA podem beneficiar de um desconto de 25% na aquisição dos bilhetes PRO. Para usufruir deste desconto deverão entrar em contacto com a Fundação GDA, através do email dptcomunicacao@fundacaogda.pt, mencionando o nome completo e o respetivo número de cooperador.

“Isto Não é Mais Um Podcast” é o novo espaço de conversa sobre Fundos Europeus promovido pela Fundação GDA

A Fundação GDA vai lançar a 19 de setembro um podcast para divulgar as possibilidades de acesso dos artistas portugueses, através de organizações culturais, a verbas europeias de apoio aos seus projetos. Com o título “Isto Não é Mais Um Podcast – Fundos Europeus, Arte, Cultura e Criatividade”, os 12 episódios deste podcast reunirão testemunhos de profissionais do setor cultural com projetos europeus aprovados. Estes vão contar como se candidataram e como conseguiram o financiamento para os seus projetos que incluem digressões, espetáculos, iniciativas sociais, equipamentos, ações de formação, entre outros.

Os episódios com os diferentes convidados serão conduzidos por Francisco Cipriano, especialista para a área dos fundos europeus que colabora com a Fundação GDA nesta matéria. “O mote das conversas será a partilha de dicas, de orientações e de sugestões, de forma leve e informal, para que artistas e responsáveis de organizações culturais possam alcançar os financiamentos desejados”, afirma Francisco Cipriano. “Vamos simplificar a explicação dos processos de candidatura, divulgar as metodologias que estão associadas aos casos de sucesso e fornecer conhecimento para detetarem oportunidades de financiamento”. 

O podcast destina-se a associações e estruturas culturais, programadores, curadores, produtores culturais e os próprios artistas. “Queremos ser inspiradores para as organizações na forma de aceder aos fundos europeus que estão à sua disposição: aquelas que já conseguiram financiamento vão contar a sua experiência e motivar as que estão agora a dar os primeiros passos”. Para Francisco Cipriano, o importante é que a mensagem chegue à comunidade artística e que mais pessoas possam concorrer, quer a verbas europeias que são geridas em Portugal, quer a fundos que estão acessíveis diretamente em Bruxelas: “Importa fazer uma desmistificação das complexidades e das burocracias que, embora existam, são ultrapassáveis”.   

Alargar o acesso da comunidade artística à informação” 

O podcast será mais um elemento de comunicação no trabalho dedicado aos fundos europeus que a Fundação GDA tem desenvolvido nos últimos anos, no qual se destaca o projeto #makethemost – Fundos Europeus para as Artes e Cultura.  

“Esta nova iniciativa serve para expandir os canais de informação sobre os fundos europeus para a cultura”, afirma Mário Carneiro, diretor-geral da Fundação GDA. “Vamos transportar as sessões do #makethemost para um canal digital interativo para facilitar e alargar o acesso da comunidade artística à informação”.

A primeira temporada de “Isto Não é Mais Um Podcast – Fundos Europeus, Arte, Cultura e Criatividade” terá episódios de 45 minutos e vai contar com responsáveis de organizações artísticas beneficiárias de financiamento europeu, como o Coliseu do Porto, ou a Companhia de Música Teatral e com entidades nacionais com responsabilidade na gestão e divulgação de programas Europeus, como o Ponto de Contacto Nacional para o Horizonte Europa, especificamente nas áreas de Cultura e Criatividade, Sociedade Inclusiva e Segurança Civil, na Agência Nacional de Inovação (ANI) e o Centro de Informação Europa Criativa, vertente cultura.   

Para além das iniciativas de divulgação das possibilidades de acesso a fundos europeus e de um novo modelo de workshop prático sobre elaboração de projetos e candidaturas, já testado na Batalha, durante o Festival Artes à Vila, a Fundação GDA continua a proporcionar aos artistas um serviço de consultas personalizadas sobre o acesso a verbas europeias para a cultura. Nessas consultas Francisco Cipriano aconselha os candidatos a financiamento a concorrerem aos programas que são mais adequados aos seus projetos. 

O podcast estará disponível no site da Fundação GDA a partir de 19 de setembro, nas redes sociais e nas plataformas de streaming.

Edição fonográfica de intérprete

Programa de apoio à criação musical que pretende impulsionar a gravação e produção de novas obras fonográficas, dinamizando o mercado editorial da música portuguesa, a diversidade das expressões musicais e o acesso e usufruto dos cidadãos à criatividade.