Segunda fase do concurso de Apoio à Circulação de Espetáculos da Fundação GDA abre dia 23 de setembro

A segunda fase de candidaturas ao concurso de Apoio à Circulação de Espetáculos decorrerá entre 23 de setembro e 11 de outubro. Para este ano, a Fundação GDA disponibilizou um montante total de €140.000,00, a dividir em partes iguais pelas duas fases do concurso.

Ao incentivar a apresentação pública de projetos de música, teatro e dança, em Portugal e no estrangeiro, este concurso, decorre em duas fases e tem como objetivo promover a circulação de espetáculos e artistas, e favorecer a divulgação e desenvolvimento da sua carreira profissional e artística.

Recorde-se que na primeira fase do Programa de Apoio à Circulação de Espetáculos 2019, a Fundação GDA selecionou 20 projetos de Teatro, Dança e Música, envolvendo 104 artistas, aos quais atribuiu um montante global de 70 600€.

O apoio financeiro concedido pela Fundação GDA destina-se essencialmente a suportar custos diretamente relacionados com o trabalho desenvolvido pelos artistas intérpretes ou executantes, nomeadamente cachets, viagens, estadias, alimentação ou transportes.

As candidaturas para a segunda fase do concurso são feitas exclusivamente online, através do Portal do Artista.

Para mais informações, consulte o aviso de abertura, o Regulamento Geral dos apoios da Fundação GDA e o Regulamento Específico do concurso.

 

© Imagem: “Colecção de Amantes” da responsabilidade artística de Efémera Coleção. Projeto na área do Teatro, apoiado em 2018.

BoCA Summer School regressa com condições especiais para os artistas cooperadores da GDA

À semelhança do ano anterior, a Fundação GDA continua a apoiar a BoCA Summer School, um projeto anual de educação artística. A terceira edição está quase a chegar, entre 31 de Agosto e 22 de Setembro, em diferentes equipamentos culturais da cidade de Lisboa. Os Artistas Cooperadores da GDA beneficiam de inscrições a preço reduzido para frequentarem as ações de formação.

Composta por 5 workshops diferentes, destacam-se nesta iniciativa os workshops com Claudia Castellucci (Itália), Mathilde Monnier (França) e Florentina Holzinger (Áustria), dirigidos a intérpretes de teatro / dança / performance / música, para além de um workshop com o realizador de cinema João Salaviza e com o fotógrafo Basim Magdy (Egipto).

A terceira edição deste projeto anual de educação artística, BoCA Summer School, regressa mais uma vez com o apoio da Fundação GDA, numa relação continuada com artistas, instituições culturais e públicos diferenciados, oferecendo condições especiais para cooperadores da GDA.

A BoCA Summer School 2019 decorre de 31 de Agosto a 22 de Setembro, em diferentes espaços da cidade de Lisboa: Estúdios Victor Córdon, MAAT, Museu de Arte Contemporânea do Chiado e Museu da Marioneta:

Programa:

“O ESTUDO DAS ONDAS” – WORKSHOP COM CLAUDIA CASTELLUCCI

Datas e Horário: 3 – 6 SET // 10H-18H

Local: Estúdios Victor Córdon, Lisboa

Claudia Castellucci, co-fundadora com Romeo Castellucci e com Chiara e Paolo Guidi da companhia italiana de teatro Societas Raffaello Sanzio, em 1981, vem a Portugal pela primeira vez para desenvolver um workshop que combina a dança e a teoria do gesto. Predominantemente dedicada à escrita e ao ensino, Claudia Castellucci é a fundadora de várias experiências escolásticas: fundou no final nos anos 80 a Scuola Tetrica della Discesa, que propõe uma prática entre a filosofia e o teatro, e continua a escrever para várias criações de Romeo Castellucci ou sobre prática teatral.

O seminário “O Estudo das Ondas” é construído segundo um princípio rítmico que tem em conta os diversos momentos do dia. O ritmo é, de facto, a base desta dança e abre-se à escuta da parte negativa e ausente: o silêncio e a memória do som que se prolonga no tempo e que encontra novas batidas durante a sua dispersão.

Pesquisaremos o som dos sinos e a presença dos dançarinos entre as batidas e os intervalos de ritmo. Uma dança criada como som dos sinos e executada com um pau. O som dos sinos prolonga-se numa duração que acumula várias batidas e se dispõe a ser refratado e expandido pelas correntes. A consistência espectral do som funda uma capacidade de escuta que conjuga a presença e a memória (uma presença que não desaparece). A sequência de batidas que continuam a flutuar no ar gera coincidências aleatórias e rítmicas, diferentes e coexistentes. Os dançarinos tratam tudo isto como uma aprendizagem.

No último dia do workshop, será feita uma apresentação pública do trabalho desenvolvido, no claustro do Convento das Bernardas / Museu da Marioneta.

A quem se destina: Estudantes e profissionais de dança e de teatro, com muito bom sentido rítmico, para aprenderem uma coreografia de 35 minutos. A 6 de Setembro haverá uma apresentação pública no claustro do Convento das Bernardas / Museu da Marioneta.

Máximo de 15 participantes.

Preço normal: 120€

Preço para Artistas Cooperadores da GDA: 40€ (máx. 10)

 

“DESVIO DE UM REPERTÓRIO” – WORKSHOP DIRIGIDO POR MATHILDE MONNIER

Datas e Horário: 18 – 19 – 20 SET // 14H – 18H

Local: Estúdios Victor Córdon. Lisboa

Durante este workshop, discutiremos questões em torno da transmissão de uma peça do repertório de Mathilde Monnier. Atravessaremos diferentes processos de escrita relacionados com esse repertório, que são também uma oportunidade para pensar a noção de reinterpretação. Na verdade, não consistirá em reproduzir uma escrita idêntica, mas interrogar através de práticas, de exercícios e propostas cénicas, as noções de re-apropriações.

Este workshop também será uma oportunidade para questionar a necessidade de passar por repertórios contemporâneos para entender melhor o que é representado no tempo e a forma como uma escrita pode atravessar (ou não) uma época

A quem se destina: M/16, estudantes e profissionais de dança, teatro e performance, com uma forte consciência corporal e uma básica condição física.

Máximo de 15 participantes. As inscrições são feitas por ordem de receção.

Preço normal: 120€

Preço para Artistas Cooperadores da GDA:  40€ (máx. 12)

 

“INSIDE THE OCTAGON” – WORKSHOP DIRIGIDO PELA PERFORMER E COREÓGRAFA FLORENTINA HOLZINGER

Datas e Horário: 21-22 SET // 11H-18H

Local: MAAT – Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia, Lisboa

Neste workshop, vamos recrutar guerreiros, partindo do princípio que isso resultará numa arte melhor.

Usamos a preparação de um lutador para a preparação do nosso trabalho artístico. Começamos a partir de um estado de desafio físico, inspirando-nos nas artes marciais e no treino de boxe. Trabalharemos sobre a condição física, com luvas, com parceiros e prepararamo-nos para alguma disputa, o “pas de deux” do ringue.

Ainda que queiramos passar algum tempo no teste de técnicas de combate reais, o nosso foco será o ato de persegui-las, de passar por um treino de grupo e de nos apropriarmos dele para a nossa prática.

Como podemos usar a preparação de um combate no ringue como uma preparação para fazer dança ou arte? E se a preparação do lutador for um processo artístico? Queremos explorar a possibilidade de troca de disciplinas físicas como uma ferramenta para bailarinos, criadores e pessoas criativas. Nesse espírito também investigamos a performatividade da colaboração que acontece entre instrutor e lutador, treinador e aluno, personal trainer e cliente.

“O medo é o maior obstáculo para a aprendizagem em qualquer área, mas em particular no boxe. Por exemplo, o boxe aprende-se através da repetição. Se você praticar uma e outra vez, você consegue domina-lo… no entanto, em vez de tentar aprender, se você for atingido e se se aleijar, isso torna-o cauteloso, e quando você é cauteloso, não pode repeti-lo e, quando não pode repeti-lo, vai atrasar o processo de aprendizagem…” – Cus D’Amato, treinador de Mike Tyson.

Neste workshop, transformaremos o nosso corpo numa arma para servir os nossos sonhos.

Vídeo: https://vimeo.com/136375404

A quem se destina: M/16, estudantes e profissionais de artes performativas e outras áreas criativas

Preço normal: 60€

Preço para Artistas Cooperadores da GDA: 25€ (máx. 12)

 

INSCRIÇÕES

Pode inscrever-se através do preenchimento do formulário disponibilizado em www.bocabienal.org

 

© FLORENTINA HOLZINGER

Fundação GDA comparticipa a inscrição de artistas em formação avançada da KARNART

A KARNART – Criação e Produção de Objectos Artísticos Associação – realiza, entre 26 de setembro e 4 de novembro, um curso avançado de Perfinst, com um total de 162 horas de formação. Ao abrigo de uma parceria estabelecida com os organizadores, a Fundação GDA comparticipa a inscrição dos artistas neste programa.
Inicia-se, já a 26 de setembro, sob a direção de Luís Castro, o Programa Avançado de Perfinst (PAP), destinado a estudantes de artes e profissionais em início de carreira, no ativo ou aposentados, com interesse nas Artes de Palco e respetivas intersecções e cruzamentos, também com as Artes Visuais e a Ciência. A Fundação GDA comparticipa em 70% o valor da inscrição de artistas.
O Perfinst é um conceito de investigação artística com expressão única a níveis nacional e internacional, desenvolvido por Luís Castro na Karnart. Na base desse conceito, está a associação da Artes Performativas e das Artes Plásticas, nomeadamente da Performance e da Instalação.
Objetivo desta formação de 162 horas, que conta também com a parceria do Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, é sensibilizar os profissionais para a teoria e prática do Perfinst.
Dividido em três módulos, o programa pode ser frequentado no seu todo ou em partes, sendo dada prioridade a quem se inscreva nos três módulos. O desconto da Fundação GDA aplica-se apenas a quem se inscreva na totalidade dos módulos.
O número total de participantes será de 10 artistas, podendo a formação ser também acompanhada por um máximo de quatro observadores (não se aplicando a estes o desconto da Fundação GDA). O prazo para dar início ao processo de inscrição termina a 12 de setembro.

Custo:
Artistas
a) Três módulos: 215€ (já com o desconto da Fundação GDA, que assume 70% do valor de inscrição dos participantes selecionados)
b) Módulo individual: 300 € (não se aplica o desconto da Fundação GDA)

Observadores
a) Três módulos: 400 € (desconto da Fundação GDA não é aplicável)
b) Módulo individual: 150 € (desconto da Fundação GDA não é aplicável)

Inscrições
• Enviar mensagem electrónica para prodex@karnart.org com relação de intenções, acompanhada de CV resumido e de eventual solicitação de esclarecimentos;
• Aguardar confirmação de vaga/disponibilidade por parte da Karnart;
• Enviar comprovativo de pagamento de 30% do valor da inscrição no caso da frequência total do Programa (€215), ou da totalidade do valor do módulo pretendido no caso de frequência parcial do Programa, bem como de dados para facturação;
• Aguardar confirmação e instruções subsequentes, bem como recepção de recibo de quitação, se aplicável.

Para informações mais detalhadas consulte o site oficial da KARNART.

 

© Vel Z

2.ª fase do Concurso de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete da Fundação GDA inicia-se a 9 de Setembro

A segunda fase do concurso de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2019 irá decorrer entre 9 e 27 de Setembro, devendo os artistas interessados proceder à sua candidatura no Portal do Artista.

Ao apoiar a edição de novas obras fonográficas, este concurso, que se realiza em duas fases, tem como objetivo dinamizar o mercado editorial da música portuguesa, a diversidade das expressões musicais e o acesso e usufruto dos cidadãos à criatividade musical.

Os apoios concedidos destinam-se fundamentalmente a suportar custos diretamente relacionados com o trabalho dos artistas intérpretes, por exemplo cachets, bem como de gravação e produção.

Este ano, o montante a distribuir é de € 300.000 € (trezentos mil euros), a dividir em partes iguais pelas duas fases do concurso. Em cada fase existem dois patamares financeiros de apoio: € 3.500,00 (três mil e quinhentos euros) para projetos que envolvam até três músicos; e € 5.500,00 (cinco mil e quinhentos euros) para projetos que envolvam mais de três músicos.

Na primeira fase deste concurso foram admitidas 223 candidaturas, tendo sido selecionados 32 projetos para apoio.

Para mais informações acerca deste concurso recomenda-se a consulta do Regulamento Geral 2019, do Regulamento Específico e do Aviso de Abertura.

 

Projeto Lampejo, do Agrupamento Musical Medeiros/Lucas apoiado na primeira fase em 2017, no âmbito deste programa

Outras Ações

Encontre outras iniciativas, nomeadamente parcerias concretizadas com organizações de relevo nas áreas de Dança, Música e Representação, tendo em vista a internacionalização das carreiras de artistas portugueses.