Filipe Quaresma & António Rosado

 

“Um dos mais interessantes músicos portugueses da actualidade” (Jornal Público), “dotado de uma, forma precisa e soberbamente articulada de tocar, cheia de paixão e bastante contemplativa” (The Strad Magazine), Filipe Quaresma movimenta-se com igual à vontade num vasto repertório e em diferentes estilos, que vão das interpretações historicamente
informadas de música barroca até às linguagens contemporâneas. Concilia uma intensa carreira a solo e em música de câmara com a atividade de professor de violoncelo na ESMAE (Porto). É, além disso, primeiro violoncelo na Orquestra Barroca da Casa da Música (CdM) e no Darcos Ensemble, além de integrar o Remix Ensemble o Sond’Ar-te Electric Ensemble e a Orchestre Révolutionnaire et Romantique.
Já se apresentou nas principais salas portuguesas e europeias, entre as quais se destacam Casa da Música, Fundação Gulbenkian, CCB, Elbphilharmonie de Hamburgo, Philharmonie de Paris, Philharmonie de Berlim, Royal Albert Hall, Wigmore Hall, Concertgebouw Amesterdão, Tonhalle de Zurique , Konzerthaus e Musikverein (em Viena), Philharmonie do Luxemburgo e Palau de la Música de Barcelona, colaborando com prestigiados músicos portugueses e estrangeiros da actualidade. Fora da Europa, já se apresentou no Carnegie Hall de Nova Iorque (EUA).
Filipe Quaresma estudou na EPABI (Covilhã) com Rogério Peixinho, na Royal Academy of Music (Londres) com David Strange e Mats Lidström, e na Scuola di Musica di Fiesole (Itália) com Natalia Gutman.
Obteve vários prémios e bolsas de estudo de prestígio nacional e internacional, sendo de destacar o título de Associate of the Royal Academy of Music (ARAM), que lhe foi conferido em 2010.

Discos