Prémio Atores de Cinema

O Prémio Atores de Cinema, atribuído pela Fundação GDA desde 2008, celebra a 14ª. edição no dia 7 de dezembro de 2021 no Teatro da Trindade, em Lisboa. Com as categorias Melhor Ator/Atriz Principal, Melhor Ator/Atriz Secundário(a) e Novo Talento, a cerimónia de entrega dos prémios realizar-se-á à noite e será antecedida pelas Jornadas para o Ator que contarão com duas mesas-redondas, durante a manhã, e apresentações no âmbito da 9ª sessão do #makethemost, durante a tarde.

JORNADAS PARA O ATOR

11h00 – Abertura de portas

11h30 – início das Jornadas

Encontros com a Experiência

Duas sessões em simultâneo que preveem um encontro com 3 atores e outro com 3 realizadores experientes. Nestes encontros com atores e realizadores abordar-se-ão os problemas com que os jovens atores e estudantes de interpretação se deparam ao tentar entrar no mundo do cinema, do teatro e da televisão. Ao mesmo tempo, o objetivo é potenciar encontros com profissionais experientes para trocas de conhecimento mútuo, numa conversa em forma de coaching, numa altura em que o mercado do audiovisual em Portugal se expande.

Por cada mesa-redonda, existirão três grupos a funcionar ao mesmo tempo, com 15 pessoas no máximo cada um. Os encontros dos jovens com cada um dos três convidados decorrem durante 30 minutos, passando depois para outro e assim sucessivamente.

Estas são as únicas atividades no quadro do Prémio Atores de Cinema para a qual é obrigatória uma inscrição prévia.

MESAS-REDONDAS ATORES
Alexandra Lencastre, Ângela Pinto, Virgílio Castelo

Sala Carmen Dolores, 11h30 – 13h00

Público-alvo: Estudantes e a jovens atores recém-entrados no mercado de trabalho
Capacidade: 45 participantes

Os atores vão relatar as suas experiências, estabelecendo um diálogo aberto, interativo e informal sobre oportunidades, desafios, dificuldades e estratégias de acesso ao mundo do cinema e do audiovisual. Trata-se de um processo de partilha de experiências, nas áreas do cinema e da televisão, que pode ser útil e mobilizador para jovens em início de carreira.

Pode inscrever-se aqui.

MESAS-REDONDAS REALIZADORES
Cláudia Varejão, João Maia e Margarida Gil

Salão Nobre, 11h30 – 13h00

Público-alvo: Jovens atores profissionais até aos 30 anos
Capacidade:
45 participantes

Os realizadores vão dialogar com os jovens atores que queiram aprofundar as perspetivas relacionadas com o acesso ao mundo do audiovisual, com base nas suas experiências. Essas conversas visam, além de proporcionar uma aprendizagem, também criar momentos propícios ao estreitamento das relações entre atores e realizadores.

Pode inscrever-se aqui.

13h00 – 15h00 – Pausa para almoço

9ª SESSÃO #MAKETHEMOST

Moderação de Francisco Cipriano
Sala Carmen Dolores, 15h30 – 18h45
Entrada livre, sujeita à capacidade da sala

O mundo dos financiamentos europeus é uma incógnita para muitos artistas em Portugal e apresenta-se algo complexo, em termos de linguagem e de procedimentos. Nomes como Portugal 2021-2027, Europa Criativa, Erasmus+, Programa Media, Horizonte Europa ou Programas Operacionais podem fazer parte do nosso dia-a-dia, mas não sabemos se podemos ser beneficiários e como devemos proceder. Por essa razão, a Fundação GDA tem apoiado artistas e outros membros do setor que estão interessados em conhecer e desenvolver projetos com parcerias e financiamentos europeus.

Num ambiente informal, o #makethemost convida ao diálogo e à partilha de experiências, com o intuito de dar a conhecer projetos financiados por programas europeus, esclarecer quanto ao funcionamento dos instrumentos financeiros que apoiaram esses mesmos projetos e motivar para quem vai concorrer pela primeira vez.

Programas de financiamento europeu – Europa Criativa, Vertente Media

Apresentação de Susana Costa Pereira, Coordenadora Executiva do CIEC e Responsável Vertente MEDIA

15h30 – 16h30

A vertente MEDIA do Programa Europa Criativa é um instrumento da Comissão Europeia de apoio ao cinema e audiovisual europeus. Trata-se de um Programa de co-financimento que dispõe de um conjunto de ferramentas que atuam a nível sectorial, em toda a cadeia de valor – desde a formação à exibição/emissão. O novo Programa Europa Criativa 2021-2027 dispõe de um orçamento de 2.44 mil milhões de Euros.

16h30 – 16h45 – Intervalo

Apresentação de três casos de sucesso

16h45 – 18h15

Auga Seca
José Amaral • Managing Director SPi

“Auga Seca” começa com a morte a tiro de Paulo, um aparente suicídio. Mas nesta série nada é o que parece. E é Teresa, a sua irmã, que vai suspeitar que há algo de estranho no suicídio de Paulo. É por isso que decide mudar-se do Porto para Vigo e começar a trabalhar na empresa onde o seu irmão trabalhava, com o objetivo de descobrir o que lhe aconteceu. Teresa vai acabar por descobrir uma teia de tráfico de armas que vai por em risco a sua vida.  

IndieLisboa
Carlos Ramos • Co-produtor IndieLisboa

O IndieLisboa mostra essencialmente obras que se encontram fora do radar da regular circulação de filmes, moldada pela produção e exibição dominantes. Anualmente são exibidos mais de 270 filmes que atraem público e profissionais de cinema de todo o mundo, dando-lhes a oportunidade de descobrir filmes recentes de talentos emergentes e redescobrir autores de renome, além de debates, workshops, festas e um programa especial para o público mais novo, o IndieJúnior. 

Curtas Vila do Conde
Miguel Dias • Diretor Curtas Vila do Conde

O Curtas Vila Do Conde – Festival Internacional de Cinema, fundado em 1993, um dos mais prestigiados festivais de cinema em Portugal, terá a sua 30ª edição em julho de 2022.  O seu principal objetivo é a descoberta, promoção e divulgação das novas tendências do cinema contemporâneo, não descurando o legado da história do cinema, que tantas vezes soube homenagear. Historicamente ligado à curta-metragem, o festival apresenta um vasto programa de filmes de todos os formatos, géneros e durações, incluindo competições e programas especiais e retrospetivos, mas também exposições, concertos e um conjunto alargado de atividades, ora dirigidas ao público em geral, ora aos profissionais do setor. 

18h15 – Debate com os participantes 

18h45 – Final das Jornadas  

CERIMÓNIA DE ENTREGA DE PRÉMIOS

21h30 – 23h00
Júri: Almeno Gonçalves, Luísa Cruz, Teresa Faria
Apresentador: Pedro Inês

Consulte o programa completo aqui.

***********************************************

De acordo com as novas medidas e até nova indicação da DGS, a partir de 1 de dezembro, no Teatro da Trindade INATEL, será necessário apresentar Certificado Digital – documento obrigatório no acesso a eventos com lugares marcados.

Assim, juntamente com o bilhete, cada participante, convidado e público em geral terá de apresentar um dos seguintes certificados:

1) Certificado de recuperação;

2) Certificado de vacinação ou comprovativo que ateste o esquema vacinal completo há, pelo menos, 14 dias;

3) Certificado de testagem ou comprovativo de realização de teste laboratorial, com resultado negativo (PCR realizado nas 72h antes ou antigénio realizado nas 48h antes do evento). Não são admitidos autotestes.

Notas: Poderá mostrar o Certificado através de uma app ou trazer impresso. Relembramos que o uso de máscara é obrigatório.

Histórico


2019 – 2020


Prémio Melhor Ator Principal

Flávio Hamilton
por Os Dois Irmãos, de Francisco Manso

Sandra Faleiro
por A Herdade, de Tiago Guedes

Sérgio Praia
por Variações, de João Maia

 

Prémio Melhor Atriz Secundária

Catarina Wallenstein
por Mar, de Margarida Gil

Filipe Duarte
por Variações, de João Maia

João Pedro Mamede
por A Herdade, de Tiago Guedes

 

Prémio Novo Talento

 

Ana Vilela da Costa
por A Herdade, de Tiago Guedes

Beatriz Brás
por A Herdade, de Tiago Guedes

Igor Regalla
por Gabriel, de Nuno Bernardo

 

Jurados: Natália Luiza, Pompeu José, Rita Cabaço


2018 – 2019


Prémio Melhor Ator Principal

Adriano Carvalho
por Vazante,de Daniela Thomas

 

Prémio Melhor Atriz Secundária

Ana Cristina Oliveira
por Carga, de Bruno Gascon

 

Prémio Novo Talento

Miguel Moreira
por Djon Africa, de João Miller Guerra e Filipa Reis

Jurados: Diogo Dória, Joana Bárcia, João Reis
Consultar o programa completo desta edição

 


2017 – 2018


Prémio Melhor Ator Principal

Nuno Lopes
Nuno Lopes
por São Jorge, de Marco Martins


Prémio Melhor Atriz Secundária

vera barreto
Vera Barreto
por Fátima, de João Canijo


Prémio Novo Talento

Matamba Joaquim
Matamba Joaquim
por Comboio de Sal e Açucar, de Licínio Azevedo

Jurados: Adriano Luz, Catarina Wallenstein, Cristina Carvalhal
Consultar o programa completo desta edição

 


2016 – 2017


Prémio Melhor Atriz Principal


Joana Bárcia
por Cinzento e Negro, de Luís Filipe Rocha

 

Prémio Melhor Ator Secundário


João Pedro Vaz
por Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira

 

Prémio Novo Talento


Miguel Nunes
por Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira

Jurados: Maria João Luís, Miguel Seabra, Fernando Luís
Consultar o programa completo desta edição

 


2015 – 2016


Prémio Melhor Atriz Principal


Luísa Cruz
pelo segmento “As Lágrimas da Juíza”
integrado no segundo volume do filme
“As Mil e Uma Noites” de Miguel Gomes

 

Prémio Melhor Ator Secundário


José Pinto
por “Capitão Falcão” de João Leitão

Jurados: António Capelo, Miguel Guilherme e Rita Blanco

 


2014 – 2015


Prémio Melhor Atriz Principal


Maria do Céu Guerra
por “Os Gatos não Têm Vertigens”
de António-Pedro Vasconcelos

 

Prémio Melhor Ator Secundário


Pedro Inês
por “Os Maias” de João Botelho

Jurados: André Gago, Beatriz Batarda e Leonor Silveira

 


2013 – 2014


Prémio Melhor Atriz Principal


Rita Durão
por “Em Segunda Mão” de Catarina Ruivo

 

Prémio Melhor Ator Secundário


Paulo Pires
por “Até Amanhã Camaradas” de Joaquim Leitão

Jurados: André Gago, Beatriz Batarda e Leonor Silveira

 


2012 – 2013


Prémio Melhor Atriz Principal


Dalila do Carmo
por “Florbela” de Vicente Alves do Ó

 

Prémio Melhor Ator Secundário


Ângelo Torres
por “Estrada de Palha” de Rodrigo Areias

Jurados: André Gago, José Martins e João Perry

 


2011 – 2012


Prémio Melhor Ator Principal


Fernando Luís
por “America” de João Nuno Pinto e Nuno Lopes
por “Sangue do Meu Sangue” de João Canijo

 

Prémio Melhor Atriz Secundária


Rita Martins
por “Efeitos Secundários” de Paulo Rebelo

Jurados: João Perry, António Rama e Maria Amélia Matta

 


2010 – 2011


Prémio Melhor Atriz Principal


Leonor Baldaque
por “A Religiosa Portuguesa” de Eugène Green

 

Prémio Melhor Atriz Secundária


São José Correia
por “O Inimigo Sem Rosto” de José Farinha

Jurados: Antonino Solmer, André Gago e Isabel Ruth

 


2009 – 2010


Prémio Melhor Atriz Principal


Soraia Chaves
por “Salazar – A Vida Privada” de Jorge Queiroga

 

Prémio Melhor Ator Secundário


Virgílio Castelo
por “Um Amor de Perdição” de Mário Barroso

Jurados: João Perry, Antonino Solmer e André Gago

 


2008 – 2009


Prémio Melhor Atriz Principal


Anabela Moreira
por “Mal Nascida” de João Canijo

 

Prémio Melhor Ator Secundário


Tiago Rodrigues
por “Mal Nascida” de João Canijo

 


2007 – 2008


Prémio Melhor Ator Principal


Ivo Canelas
por “Call Girl” de António-Pedro Vasconcelos
e “O Mistério da Estrada de Sintra”
de Jorge Paixão da Costa

 

Prémio Melhor Ator Secundário


José Eduardo
por “Julgamento” de Leonel Vieira,
“Corrupção” de João Botelho
e “dot.com” de Luís Galvão Teles