31 mai

Resultados da 1.ª fase do Concurso de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2017

A Fundação GDA tem o prazer de anunciar os resultados da 1.ª fase do concurso de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2017.

Através deste programa, a Fundação GDA apoia os artistas na edição dos seus discos, contribuindo para promover a fixação de repertório musical e a valorização das obras gravadas sobre as quais assentam os direitos conexos de utilização.

A Fundação GDA assume-se como uma das mais dinâmicas e importantes organizações nacionais ao serviço de uma área considerada crítica para o desenvolvimento do mercado discográfico nacional e para o suporte à criação musical portuguesa, tendo em vista o desenvolvimento da economia da cultura e do setor criativo em Portugal.

Nesta 1.ª fase, o júri externo – composto por Inês Meneses, Vítor Belanciano e Vasco Azevedo -atribuiu um montante total de €60.000 a 15 projetos, entre 88 candidaturas apresentadas a concurso.

Os apoios são atribuídos a:

  • Processo n.º 249 – Ademiro José Paris Miranda;
  • Processo n.º 256 – Artur José Seabra David Fernandes;
  • Processo n.º 266 – Maria Amélia Salazar Muge;
  • Processo n.º 291 – Diogo de Almeida Ribeiro;
  • Processo n.º 302 – Catarina Mourão Teixeira de Abreu Falcão;
  • Processo n.º 319 – Mário Gabriel Franco Pereira Pinto;
  • Processo n.º 353 – Pedro Filipe da Silveira Lucas;
  • Processo n.º 367 – Alexandre Peres Frazão;
  • Processo n.º 369 – Daniel Filipe Ferreira Amaral da Cunha;
  • Processo n.º 258 – António José Fernandes da Costa;
  • Processo n.º 275 – Fernando Manuel Gonçalves Ramalho;
  • Processo n.º 277 – Filipe Manuel Costa Santos Cunha Monteiro;
  • Processo n.º 285 – Sofia Adriana Martins Portugal;
  • Processo n.º 297 – Bruno Belthoise;
  • Processo n.º 320 – Dinis José Duarte Silva.

O candidato António José Fernandes da Costa - candidatura n.º 258, desistiu passando o 1.º suplente para a condição de apoiado:

  • Processo n.º 346 – João Pires de Campos

Os projetos apoiados vêm da zona Norte (13% – Braga e Vila Nova de Gaia), da zona Centro (13% – Águeda e Mortágua), da zona da Grande Lisboa (40% - Oeiras, Barreiro, Sobreda e Parede), de Lisboa (20%), das Regiões Autónomas (7% - Horta) e de fora de Portugal (7% - França).

Em termos de género musical, entre os projetos apoiados três são de Música do Mundo, dois de música clássica, dois de Jazz, dois de Pop/Rock, um de música eletrónica, um de música ambiental, um de música tradicional e três reúnem vários géneros musicais no mesmo trabalho.

A 2.ª fase do concurso de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2017 irá decorrer entre 11 e 29 de Setembro de 2017.

Palavras-Chave

Partilhar