11 setembro 2017

Candidaturas abertas para a 2.ª fase do concurso de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete 2017

As candidaturas para a 2.ª fase do concurso de Apoio à Edição Fonográfica de 2017 já se encontram abertas e decorrerão até 29 de setembro.

Todas as informações sobre este concurso estão disponíveis online.

Este concurso visa apoiar projetos de edição fonográfica de intérprete, suportando os custos relacionados com a gravação e produção de novas obras fonográficas.

Os apoios concedidos no âmbito deste programa são atribuídos a título de comparticipação e destinam-se a custear parcialmente despesas ou encargos orçamentados. Serão consideradas prioritárias as despesas diretamente relacionadas com cachets de músicos, com a gravação (honorários de técnicos, captação, edição, mistura e masterização) e com a produção (duplicação de suportes, design gráfico, fotos, impressão, capas, booklet, inlay e celofanagem).

O montante total de apoios a distribuir na 2.ª fase deste concurso de €60.000,00 (sessenta mil euros). Serão atribuídos oito apoios com o valor unitário de € 5.000,00 (cinco mil euros) e oito apoios com o valor unitário de € 2.500,00 (dois mil e quinhentos euros).

As candidaturas apoiadas terão, obrigatoriamente, que concluir a produção integral (gravação, mistura, masterização, capa e inlay) do fonograma no prazo máximo de 18 meses a contar da data de notificação da atribuição do apoio. Note que só são admitidos a concurso, nesta 2.ª fase, projetos a realizar entre 29 de novembro de 2017 e 29 de maio de 2019.

Aconselha-se a leitura cuidada do Regulamento Geral de apoios 2017, assim como o Regulamento Específico do Programa de Apoio à Edição Fonográfica de Intérprete antes do preenchimento da ficha de candidatura.

Palavras-Chave

Partilhar