2.ª sessão #makethemost

17 de setembro 2018, das 18h00 às 22h00

#MTMfacebook Sessao#2 v2@150.png
Página oficial do evento: clique aqui para aceder
Página oficial do #makethemost: clique aqui para aceder

A 2.ª sessão do #makethemost centrou-se no Programa Erasmus+, Ação-chave 2 (KA2) – Cooperação para a inovação e o intercâmbio de boas práticas (Parcerias Estratégicas) em especial no aviso que atualmente se encontra a decorrer “Parcerias estratégicas no domínio da juventude”. 

 

O nosso objetivo foi apresentar as oportunidades de financiamento neste programa. Para isso, demos a conhecer os projetos ganhadores neste domínio: "Arts in Action" da Pr'Animação - Associação de Animação Cultura, pela voz do seu coordenador geral, Altino Barradas e o projeto BeMore, constituído por uma parceria que envolve os Municípios de Azambuja, de Moya (Espanha/Canarias) e de Castel Bolognese (Itália), que tem como objetivo geral criar, testar e disseminar um modelo de educação não formal de desenvolvimento de competências pessoais, sociais e emocionais, através da Educação pela Arte, com apresentação a cargo da Vereadora da Educação Sílvia Vítor da Câmara Municipal de Azambuja. Discutimos ideias com atores experientes neste domínio, na tentativa de criar condições facilitadoras para futuros projetos Erasmus+ no domínio da arte e da cultura.

 

Moderadores

Francisco Cipriano
franciscocipriano.jpgMestre em Geografia e Planeamento Regional e Local, Francisco Cipriano integra atualmente o Gabinete do Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, onde é responsável por acompanhar as oportunidades de cofinanciamento por fundos comunitários e outras iniciativas e programas europeus, em estreita articulação com os serviços e as atividades da Fundação.
A sua vida profissional está ligada à Execução e Acompanhamento, Avaliação e Controlo de instrumentos de apoio às políticas públicas, sobretudo no âmbito do desenvolvimento regional e da política de coesão. A sua experiência profissionalmente tem vindo a criar ligações com a gestão e a implementação dos programas e projetos estruturais da União Europeia e dos Fundos Comunitários em Portugal.

Joaquim Jorge
joaquimjorge2.pngÉ um dos fundadores d' A Reserva e é especialista em gestão de projetos Europeus, licenciado em Antropologia e pós-graduado em Patrimónios e Identidades pelo ISCTE.
Trabalha há cerca de 20 anos como técnico da cultura, tendo-se especializado na gestão de projetos Europeus. Nesta área, tem trabalhado as diferentes dimensões: financiamento, sustentabilidade, gestão e qualidade dos projetos. É um dos profissionais Portugueses com mais experiência nesta matéria, assumindo funções de consultor formador e investigador. Também neste âmbito, tem usufruido de várias ações de formação especializadas em gestão de projeto e novos modelos de aprendizagem.
Foi comissário da Conferência Europeia The Crisis as a Challenge, organizada com a Mapa das Ideias, em maio de 2012, que juntou cerca de oitenta profissionais de toda a Europa numa maratona de 5 dias de seminários e workshops.
Foi avaliador do European Museum Mediators coordenado pela Mapa das Ideias, entre 2012 e 2014, que envolveu Portugal, Espanha, Dinamarca, Itália e Estónia num projeto conjunto de investigação e formação na área da Mediação Cultural. É autor de vários artigos e comunicações.

Participantes convidados

Altino Barradas
PR’ ANIMAÇÃO

altino_barradas.pngPessoa em trânsito desde 1959. Gostou de ser estudante, tendo frequentado os cursos de Direito, História e Animação Educativa e Sócio-Cultural, entre algumas formações.

Cansou-se de ser trabalhador do Estado (Instituto Português da Juventude) em 2013. Desde então, é presidente da Propósito Inadiável – Associação para costumes futuros, e “agente para a descoberta e desenvolvimento” desde que se lembra.

O projeto “Artes em Ação” foi financiado pelo programa europeu Erasmus, tem como princípio a inclusão social e o grupo tem integrados jovens dos internatos de Portalegre, da APPACDM e da Cerci.
Mais de sessenta jovens portugueses, belgas, suecos, alemães e italianos fizeram uma residência artística em Portalegre, apresentando o resultado do projeto com um espetáculo de música, dança e projeção de vídeos na Praça da República.

Sílvia Vitor, Vereadora da Educação da Câmara Municipal a Azambuja
Projeto BeMore

Ver_SilviaVitor.pngO projeto BeMore, constituído por uma parceria que envolve os Municípios de Azambuja, de Moya (Espanha/Canarias) e de Castel Bolognese (Itália), tem como objetivo geral criar, testar e disseminar um modelo de educação não formal de desenvolvimento de competências pessoais, sociais e emocionais, através da Educação pela Arte. Como principais prioridades que alicerçam o projeto temos: a promoção de um melhor conhecimento, o reconhecimento e a validação da aprendizagem não formal e do trabalho com os jovens ao nível europeu, nacional, regional e local; a conceção, estruturação e o teste de um modelo de educação não formal para os jovens; o desenvolvimento de competências pessoais, emocionais e sociais nos jovens através do modelo de Educação pela Arte, a promoção do “empowerment” e a capacitação dos jovens.

Os destinatários diretos deste projeto são os técnicos de juventude (capacitando os técnicos de juventude com as competências e metodologias necessárias) e os jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 16 anos.

O projeto BeMore irá assim:

  • Promover as taxas de sucesso escolar e combater o insucesso e o abandono escolar;
  • Diminuir o desemprego jovem;
  • Desenvolver competências nos jovens que os tornem mais capazes, mais motivados, mais ativos, mais produtivos e mais ativos;
  • Permitir o contacto com outras realidades, instrumentos, ferramentas e dinâmicas com vista à implementação de novas metodologias de intervenção com os jovens;
  • Capacitar os técnicos de juventude com as competências e metodologias necessárias para transmitir os valores comuns fundamentais da nossa sociedade aos jovens, prevenindo também a sua radicalização e violência.