Nova sessão do #makethemost em Lisboa, a 30 de maio

Tendo como foco principal o Programa Europa para os Cidadãos e as suas vertentes de financiamento das Artes e Cultura, o projeto #makethemost – Fundos Europeus para as Artes e Cultura regressa a Lisboa, decorrendo a 30 de maio, nas instalações da Fundação GDA. As inscrições já estão abertas. Mantendo o objetivo de aproximar a […]

Tendo como foco principal o Programa Europa para os Cidadãos e as suas vertentes de financiamento das Artes e Cultura, o projeto #makethemost – Fundos Europeus para as Artes e Cultura regressa a Lisboa, decorrendo a 30 de maio, nas instalações da Fundação GDA. As inscrições já estão abertas.

Mantendo o objetivo de aproximar a comunidade artística nacional das fontes de financiamento europeu, a Fundação GDA retorna a Lisboa com a quinta sessão do projeto #makethemost, depois de uma edição realizada, em março, no Porto.
A sessão terá lugar, já no dia 30 de maio, nas instalações da Fundação GDA (Avenida Defensores de Chaves, 46 A/B, Lisboa) e será dedicada ao Programa Europa para os Cidadãos.
O objetivo do Programa Europa para os Cidadãos é encorajar os europeus a terem um papel mais ativo no desenvolvimento da União Europeia e aproximá-los da Europa. Ao financiar projetos nos quais os cidadãos podem participar, contribui para uma melhor compreensão da União Europeia, da sua história, diversidade e valores comuns. A componente Arte e Cultura é uma das possibilidades de financiamento previstas. Será sobre essa que vai incidir a quinta sessão do #makethemost.
Nesta sessão, coordenada e moderada, como habitualmente, por Francisco Cipriano, consultor da Fundação GDA para a área dos Fundos Europeus, vamos conhecer um projeto cultural financiado por este programa. Partindo da apresentação desse projeto, vamos familiarizar-nos com o Programa Europa para os Cidadãos, sublinhando as vertentes deste instrumento financeiro mais vocacionadas para as Artes e Cultura.
Com o projeto #makethemost, a Fundação GDA pretende influenciar a motivação, o conhecimento e a capacidade de detetar oportunidades de financiamento para projetos artísticos e culturais portugueses, fomentando o diálogo e a troca de experiências numa dinâmica continuada, através da realização de sessões informais, em espaços privilegiados.
A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia, dado o limite de lotação da sala.

Aceda aqui ao formulário de inscrição.
Para mais informações consulte a página do evento no nosso site.